Falar sobre gestão empresarial consiste em abordar um assunto multidisciplinar que, atualmente, prevê uma logística horizontal, e não mais de cima para baixo. Seguindo essa premissa, podemos suscitar os conceitos de “chefe” e “líder” para elucidar os novos formatos de gestão, sendo o chefe aquele que manda, fiscaliza, desmoraliza e o líder aquele que orienta, acompanha, confia e assume responsabilidades. 

Sabemos que, diante da coordenação de uma empresa, é comum que exista uma lacuna entre o que precisa ser feito e o que é realmente feito. Os seres humanos possuem certa facilidade em delegar, porém, têm dificuldade em acompanhar os processos que são delegados.

Por isso, a tecnologia é essencial no IMT, um novo conceito da Next SI, desenvolvido para gestão empresarial e que elenca as três chaves para uma direção de qualidade: indicador, método e tecnologia. 

O indicador aponta qual o objetivo da empresa e onde se quer chegar. O método é a forma como irá alcançar esse local desejado. Por último,  temos a tecnologia, que é indispensável nesse processo e entra para sustentar e dar disciplina ao usuário, direcionando as pessoas para um melhor rendimento e uma alta performance. 

O IMT elucida que uma empresa com poucas pessoas pode incorporar um processo que permita a entrega de resultados maiores e melhores. Nem sempre é necessário ter muitos colaboradores para que isso aconteça. Normalmente é preciso definir e trabalhar em cima de um conceito que aumente a produtividade – é sobre definir o que as empresas têm e onde elas querem chegar!