As aplicações das suítes inteligentes ajudam no dia a dia da sua empresa e melhoram a relação com seus clientes

Os estudos sobre Inteligência Artificial já são feitos há décadas. Quem usou o termo pela primeira vez foi o professor John McCarthy, em 1956, durante uma conferência de especialistas.

Mas afinal, o que é Inteligência Artificial? Trata-se de uma tecnologia que permite que sistemas simulem a inteligência humana, indo além da programação de ordens específicas, para tomar, de forma autônoma, decisões baseadas em padrões de bancos de dados. É o chamado Machine Learning, ou seja, a habilidade de uma máquina ou sistema em aprender sem necessidade de programação. Mas como assim? Quando seu GPS encontra a melhor rota para um destino, ou você assiste um filme recomendado pela Netflix, está usando uma Inteligência Artificial.

O aprimoramento das IAs e sua incorporação em suítes de escritório faz parte de uma tendência que, além de gerar ganhos de produtividade, trará um grande impacto na economia global. De acordo com um estudo da PwC, uma rede de network de firmas, o PIB global será até 14% maior em 2030 como resultado do acelerado desenvolvimento e aceitação da IA, o equivalente a um adicional de US $ 15,7 trilhões.

Por outro lado, o uso da Inteligência Artificial também tende a trazer cada vez mais vantagens ao trabalho com suítes, começando pela segurança. Como esse tipo de tecnologia já é muito usado em aplicativos de segurança, a tendência é que os programas maliciosos aumentem também, e apenas ferramentas de proteção inteligentes serão capazes de combater as ameaças mais avançadas.

Os processos e produtividade também são diretamente afetados pelo uso da Inteligência Artificial, e de forma positiva, já que as IAs estão desempenhando cada mais funções humanas, e isso acarreta em menos erros, consequentemente, menos custos e mais produtividade.

No relacionamento com clientes, as Inteligências Artificiais desempenham um trabalho que faz com que as interações com clientes sejam mais integradas, convenientes e pessoais. Ou seja, quando o serviço de streaming te oferece algo para assistir, a IA está analisando seu gosto e comportamento na plataforma, sugerindo títulos que possam te interessar. Isso faz com que o cliente se sinta especial e acolhido. Os chatbots e robôs virtuais também reproduzem a linguagem humana, possibilitando um atendimento ao usuário mais eficiente, rápido e descomplicado.